Dezembro está chegando e com ele começam as viagens de fim de ano.

Natal, Ano Novo e as tão esperadas férias escolares de verão colocam muitos carros nas estradas e os riscos aumentam – para pessoas e animais.

Em média, 6 mil pessoas morrem a cada ano em acidentes nas estradas brasileiras, muitas envolvendo animais domésticos e selvagens. Cerca de 450 milhões de animais são atropelados em estradas e rodovias.

Para ajudar a reduzir esses acidentes, foi lançado um novo aplicativo para celulares que aumenta a segurança viária.

O U-Safe usa inteligência artificial e cruza dados reais e atualizados sobre atropelamentos de animais e acidentes rodoviários para informar aos motoristas quais trechos de estradas e rodovias merecem mais atenção.

Anéis de proteção / Divulgação

Como o aplicativo funciona?

O aplicativo usa “anéis de proteção” para informar o nível de risco viário a cada quilômetro.

Quanto maior um anel, maior a chance de se atropelar um animal selvagem ou doméstico ou até de sofrer um acidente.

Mesmo em rodovias ou estradas que ainda não possuem análise de risco, é possível baixar pontos de atropelamentos de fauna selvagem. Assim, motoristas serão alertados sobre locais onde já aconteceram atropelamento de animais. A frequência das notificações é ajustada pelo usuário.

Também é possível conhecer os riscos de viagens realizadas, quantos animais selvagens perderam a vida em determinados trechos de estradas e rodovias e, claro, quantas viagens cada usuário realizou com o U-Safe.

Clique aqui para baixar o aplicativo para sistema Android.

O idealizador da tecnologia é o professor e pesquisador Alex Bager, que está à frente do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas da Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Segundo ele, medidas para a redução de acidentes com animais selvagens e domésticos são instaladas em pontos fixos das rodovias, estradas e ferrovias, muitas vezes sem embasamento técnico e científico adequado, e, ainda, têm custo elevado.

“O aplicativo é ágil para identificar e alertar sobre novas áreas críticas para atropelamentos e acidentes. Também ajuda numa mudança de hábitos dos usuários de rodovias, informando em tempo real e permitindo às pessoas para que tomem as melhores decisões sobre suas viagens”, explicou o professor.

Tela do U-Safe / Divulgação

Já ouviu falar do Sistema Urubu?

O U-Safe é a evolução do app Sistema Urubu.

Lançado em 2014, ele se tornou uma grande rede social voltada à conservação da biodiversidade brasileira, permitindo a motoristas e passageiros que registrem com fotos e coordenadas animais atropelados avistados em suas viagens.

Seus cerca de 25 mil usuários ajudaram a reunir mais de 100 mil registros de atropelamentos de fauna, em todo o país.

Na nova versão, o app inclui as Conquistas, níveis que os usuários podem atingir por enviar mais registros.

Clique aqui e leia mais sobre a relação do projeto com a ciência cidadã.