Comer grama é um dos muitos hábitos estranhos destes curiosos e interessantes animais de estimação. Mas, por quê? O que os leva a ingerir algo para, muitas vezes, vomitar pouco depois?

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Davis, nos EUA, acreditam ter encontrado uma resposta.

Eles entrevistaram mais de mil donos de gatos na internet que passaram pelo menos 3 horas por dia observando e saindo com seus animais de estimação. Assim, certificaram-se de que comer plantas é um comportamento extremamente comum: 71% dos animais foram pegos no ato pelo menos seis vezes na vida, enquanto apenas 11% nunca foram observados se deliciando com a dieta vegetariana.

Existem muitas explicações online para o fenômeno. A maioria das pessoas acredita que este comportamento ajuda os gatos a vomitar quando estão se sentindo mal`, ou para expelir bolas de pelo. Porém, apena um terço dos felinos comedores de grama foram vistos vomitando depois da ingestão e 91% dos entrevistados disseram que seu gato não parecia doente antes de encarar o verde.

A conclusão dos cientistas é de que o vômito é apenas um subproduto ocasional da ingestão de grama e não o seu objetivo. Para eles, comer plantas é um ato instintivo, uma evolução dos felinos. 

Os ancestrais dos gatos teriam aderido ao hábito de comer grama para estimular a atividade muscular do trato digestivo e, assim, colocar para fora parasitas intestinais indesejados. Este hábito marcou o código genético dos bichanos como uma forma de proteção e persiste até hoje, mesmo que estes parasitas não existam mais.

pesquisa foi apresentada em agosto durante uma reunião anual em Bergen, na Noruega, da Sociedade Internacional de Etologia Aplicada (ramo que estuda o comportamento animal).

O conselho da equipe para os donos de gatos: compre ou cultive grama para seus animais de estimação. Isso lhes dará a chance de exercitar esse comportamento inato com uma fonte segura de vida vegetal não venenosa. E se o seu gato vomitar depois, pelo menos você poderá se consolar sabendo que não foi de propósito.