As abelhas estão sumindo e o problema não é só a falta de mel.

Biólogos, apicultores, cientistas e ambientalistas de todo o mundo estão alertando para uma catástrofe que se anuncia: as abelhas estão desaparecendo.

Apicultores brasileiros encontraram meio bilhão de abelhas mortas em três meses. O número é alarmante.

O sumiço das abelhas não significa apenas falta de mel na prateleira dos supermercados. As consequências podem ser ainda mais graves para você e para o Planeta.

Isso porque, conforme você já leu aqui no Minas Faz Ciência Infantil, as abelhas são agentes polinizadores importantes nos mais variados ecossistemas.

De acordo com Rânia Mara Santana, biológa e pesquisadora da Fundação Ezequiel Dias (Funed), por serem insetos polinizadores, as abelhas estão diretamente ligadas à reprodução dos vegetais.

Elas realizam um trabalho fundamental na reprodução de espécies vegetais nativas e no aumento da produtividade de plantas cultivadas.

Imagem meramente ilustrativa via Pixabay

No Norte de Minas, por exemplo, a produção do mel de aroeira é uma importante atividade socioeconômica para a região.

O desaparecimento das abelhas afetaria diretamente a produção do mel, que é fonte de renda e sustento para muitas famílias. Toda a economia da região seria, indiretamente, afetada.

Leia mais: Conheça o mel de aroeira produzido no Norte de Minas Gerais.

Imagem meramente ilustrativa via Pixabay

É importante estar informado sobre a importância da preservação desses insetos para a nossa sobrevivência, para a biodiversidade e o equilíbrio do Planeta:

“Às vezes a gente consome, sem saber, um monte de alimentos que dependem da atividade das abelhas para que sejam produzidos. Temos que pensar na preservação desses insetos nesse sentido, porque a existência deles vai muito além da produção de mel”, conta Rânia.

Pesquisas multidisciplinares buscam entender as causas do desaparecimento de abelhas.

Os pesquisadores observam não só a diminuição de colônias domesticadas em diversos países, mas também o aumento do número de abelhas nativas na lista de espécies ameaçadas de extinção.

O aumento no uso de agrotóxicos está dentre as principais causas responsáveis por esse desaparecimento, porque as abelhas são insetos muito sensíveis a alterações no meio ambiente.

“As mudanças climáticas também impactam a sobrevivências das abelhas. Por isso, precisamos pensar maior: tudo está interligado. Perdendo abelhas, a gente perde alimento, biodiversidade…”, alerta Rânia.

Leia mais: A importância das abelhas para o meio ambiente.