Já imaginou um calendário que começa no mês de dezembro? Assim é o Calendário Astronômico: solstício a solstício, criado pelo Núcleo Astronômico do Espaço do Conhecimento UFMG. E para ficar ainda mais interessante, em cada mês do ano você pode aprender divertidos experimentos para observar o céu e entender mais sobre as fases da Lua ou construir um relógio de sol, por exemplo.

Mas, afinal, o que é solstício? Já ouviu falar? O solstício de verão é o dia mais iluminado do ano e marca o início da estação mais quente. Quem explica é Nathalia Fonseca, doutora em Física e assessora do Núcleo de Astronomia do Espaço do Conhecimento UFMG:

“O fato de termos estações do ano se deve à inclinação do eixo de rotação da Terra em torno do Sol. Ele [o eixo] não gira, simplesmente, em torno do Sol ‘retinho’: está um pouco inclinado, como se fosse um pião, sempre apontando para a mesma direção”.

No Hemisfério Sul, o verão começa exatamente às 19h22 do dia 21 de dezembro, ou seja, nesta sexta-feira! Prepare-se para um dia com 13 horas e 22 minutos de duração: o sol irá nascer às 6h15 e se por às 19h37. Enquanto isso, quem mora no Hemisfério Norte terá a noite mais longa do ano, o solstício de inverno.

A forma como o sol irá incidir na cidade de Belo Horizonte tem a ver com a latitude – a distância , medida em graus, até a Linha do Equador, a marca imaginária que separa os hemisférios Norte e Sul. “A latitude de BH é mais ou menos 20 graus, ao Sul. O deslocamento máximo que o Sol faz no céu é de 23,5 graus. Para latitudes menores de 23 graus, temos dois dias do ano que chamamos de ‘sol a pino’, quando não temos uma sombra projetada. Próximo ao meio-dia, o sol fica exatamente acima da nossa cabeça e a sombra fica embaixo do nosso pé”, explica Nathalia.

vamos medir a sua sombra?

Você vai precisar de:

  • 1 giz
  • 1 superfície plana e horizontal

Como fazer:

  • Escolha uma superfície plana e horizontal. Pode ser um papel ou um tecido, por exemplo. Debaixo da luz do Sol, fique em pé nessa superfície.
  • Peça a alguém para marcar o contorno de sua sombra. Anote, ao lado, a data e a hora de sua marcação. Faça isso em diferentes dias do ano, sempre no mesmo horário.

Você vai perceber que o tamanho da sua sombra varia de acordo com os meses do ano. Agora, já conseguimos entender o porquê. Esta e outras brincadeiras fazem parte do Calendário Astronômico: solstício a solstício, disponível on-line.