Uma turma de cientistas mirins está dando show com vídeos sobre microbiologia no canal Incrível Invisível. Duda, Carol, Gustavo, Alice, Amanda e Kaká são youtubers que espalham conhecimento divulgando a ciência.

Quer saber como eles foram parar no mundo digital?

Os seis estudam da Escola Municipal Professora Maria Modesta Cravo, Região Nordeste de Belo Horizonte, e fazem iniciação científica numa parceira com Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG e o Laboratório de Microbiologia Aplicada do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

Fazer iniciação cientifica significa participar de discussões e pesquisas sobre microrganismos e, neste caso, a galera faz isso de forma produtiva e interativa. Os estudantes integram o projeto “O Incrível Invisível: microrganismos em ação”, que leva ciência de um jeito divertido às crianças.

Os cientistas mirins também são responsáveis por multiplicar os conhecimentos e experiências adquiridos no projeto para os 150 alunos do 3º Ano do Ensino Fundamental, além de envolver toda a comunidade escolar. Foi daí que surgiu a ideia de fazer um canal no Youtube. Além dos vídeos, produziram um álbum de figurinhas com desenhos de 16 microrganismos que são estudados.

A criançada aprendeu tanta coisa legal que decidiu compartilhar. Para tornar a linguagem científica mais fácil e atraente, as funções e os papéis dos microrganismos no microssistema são estudados em comparação com os poderes dos super-heróis infantis. Não é genial?

Estudos da iniciação científica

Entre os conhecimentos adquiridos e multiplicados pelos alunos da Escola Municipal Professora Maria Modesta Cravo estão: cultivo de microrganismos; acompanhamento da velocidade em que eles se multiplicam; aprendizado sobre alimentos – como o pão – que só existem graças a um microrganismo; identificação do bolor como um conjunto de fungos, além de estudos sobre antibióticos contra bactérias que ajudam a salvar a vida de milhares de pessoas em todo o mundo.

Premiações e próximos desafios

O projeto “O Incrível Invisível: microrganismos em ação” já recebeu dois prêmios este ano: 1º lugar geral na categoria Ensino Fundamental e destaque em Ciências Biológicas pela Feira Mineira de Iniciação Científica, realizada entre os dias 14 e 17 de agosto, em Mateus Leme, Minas Gerais.

Foto: Mara Damasceno/PBH/ Divulgação

Foto: Mara Damasceno/PBH/ Divulgação

Em outubro, o projeto será apresentado na Semana de Iniciação Científica Júnior da UFMG, entre os dias 15 e 19, e também integrará o evento UFMG Jovem, entre os dias 25 e 27.

Os youtubers da ciência vão botar o pé na estrada. Em novembro, nos dias 3 e 4, o trabalho será apresentado na 2ª Mostra de Iniciação Científica Escolar da Prefeitura de Belo Horizonte e entre os dias 7 e 9 os cientistas mirins apresentarão o “Incrível Invisível – microrganismos em ação” na Feira Internacional Ciência Jovem, em Recife. Com agenda para o próximo ano, em junho de 2019, o projeto foi indicado para ser apresentado na Feira Teccien Schoenstatt, no Paraguai.

Fontes das informações: Prefeitura de Belo Horizonte