Estamos sozinhos no Universo? Como é a vida fora da Terra? Essas são questões que tentam ser respondidas pelos estudiosos da astrobiologia.

A astrobiologia é a área da ciência que engloba estudos e pesquisas a respeito da vida, dentro e fora da Terra. Busca compreender a origem, a evolução, o futuro e a distribuição da vida, tanto na Terra, como em outras partes do Universo.

Essa área de pesquisa é bastante interdisciplinar, ou seja, reúne pesquisadores da física, da química, da biologia, da astronomia, entre outros, como antropologia e sociologia.

Na semana passada, a professora Karla de Souza, do Cefet-MG em Curvelo, participou de um evento, promovido pelo Grupo de Estudo e Divulgação de Astronomia (Gedai), e falou sobre como a astrobiologia busca compreender melhor a origem, evolução e o destino da vida no Universo.

A professora Karla desenvolve pesquisas em física/astronomia, formação e dinâmica planetária. Ela também coordena um grupo de pesquisa sobre igualdade de gênero em Ciência e Tecnologia e o Núcleo de Estudos sobre Gênero e Diversidade (Neged) do campus Curvelo.

Banner do Grupo de Estudos Gedai, do Cefet-MG

Banner do Grupo de Estudos Gedai, do Cefet-MG

Estamos sós no Universo?

A professora Karla em palestra de Astrobiologia na Semana C&T em Curvelo. Foto: Reprodução / Gedai

A professora Karla em palestra de Astrobiologia na Semana C&T em Curvelo. Foto: Reprodução / Gedai

Em sua palestra, a professora Karla explicou que essa pergunta pode ser desmembrada em várias outras, que orientam as pesquisas em astrobiologia:

  • De onde viemos?
  • O que nós somos?
  • O que é vida?
  • De onde a vida surgiu e como surgiu?
  • Há algo como nós lá fora, no Universo?
  • Para onde iremos?
  • Onde iremos buscar vida fora da Terra?

Descobrir ‘vida‘ fora do Planeta Terra depende, então, de todas essas perguntas, porque é preciso saber que tipo de vida estamos procurando.

“Não é tão trivial assim definir o que é vida como a gente já conhece. Pode haver outras formas de vida, não baseadas em carbono, por exemplo”, explica.

Karla apontou que há fortes evidências de vida em outros planetas, mas não necessariamente no conceito de ‘vida evoluída‘, como um bicho humanoide correndo em Marte, como um ET!

Confira o vídeo apresentado na palestra, com legendas em português:

 

Evento com transmissão ao vivo

Na palestra, a professora Karla também falou sobre as missões espaciais que, ao longo das últimas décadas, têm buscado respostas para as perguntas acima.

O evento promovido pelo Gedai na última terça-feira, dia 28 de agosto, está disponível na íntegra no canal do YouTube do Grupo.

Se você ficou interessado, é só clicar no player abaixo e aproveitar todos os ensinamentos da professora Karla sobre o tema:

 

Para saber mais:

Quem tiver interesse em acompanhar outros estudos e apresentações sobre o tema pode visitar o site do Gedai (www.gedai.cefetmg.br). Há atividades em diversos campi, por todo o estado, muitas delas abertas ao público, gratuitamente.

Conheça também o site da professora Karla: profakarladesouza.blogspot.com.