O Brasil comemora, hoje, o Dia das Crianças. Mas o resto do mundo, celebra a meninada em outro dia. Por que isso acontece?

Nossa celebração acontece em outubro porque, na década de 1920, o Congresso Nacional aprovou um decreto em que ficou “instituído o dia 12 de outubro para ter lugar, em todo o territorio nacional, a festa da criança”.

A ideia surgiu e foi aprovada pelo então presidente Arthur Bernardes, depois de um congresso acontecido em 1923, quando foram discutidos os direitos das meninas e meninos da América Latina.  

Porém, apesar do decreto, a data só passou a ser comemorada  em 1960. O motivo foi comercial. A Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção em conjunto com a Johnson & Johnson para aumentar suas vendas.

No resto do mundo, o Dia Mundial das Crianças é celebrado no dia 20 de novembro, data em que foi aprovada pela Organização das Nações Unidas, ONU, a Declaração Universal dos Direitos da Criança, em 1959.

Mais do que um dia para ganhar presentes, a data nos lembra sobre os problemas enfrentados pelas crianças em nosso país. 

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o  Brasil enfrenta muitos desafios importantes na área, como o aumento na taxa de homicídios de crianças e adolescentes.