Nesta segunda-feira, 2 de outubro, o Prêmio Nobel de Medicina foi entregue a três pesquisadores americanos que concluíram estudos sobre os ritmos circadianos – nome difícil para o nosso ‘relógio biológico’!

Nós já falamos dos relógios biológicos aqui no Minas Faz Ciência Infantil (Clique para ler: Dormir na escuridão faz bem para o organismo). Mas, hoje, a gente vai aproveitar para responder uma dúvida enviada pela Juju, leitora mirim do Minas Faz Ciência:

As plantas dormem?

As flores se abrem pela manhã e se fecham à noite. Você já reparou como isso acontece? Será que elas estão dormindo?

Sim, Juju! Elas “dormem” à noite! E o que faz elas dormirem é o ritmo circadiano, assim como acontece com os humanos.

Relógio biológico

O ritmo circadiano dos seres vivos dura, aproximadamente, 24 horas, ou seja, acompanha o movimento de rotação da Terra.

Isso quer dizer que as plantas, os animais e o organismo dos humanos reconhecem que a noite é o período para descansar, e o dia é o período para ficar acordado e realizar atividades.

Então, quando dizemos que as plantas estão “dormindo”, é porque elas interrompem certos processos que só fazem com a luz do sol, durante o dia.

O sol ajuda as plantas a saberem se é hora de dormir ou estar trabalhando, assim como acontece com os humanos.

Luz e escuridão desencadeiam nas plantas mecanismos para produzir substâncias que controlam o crescimento e o desenvolvimento.

As plantas podem não ser capazes de se levantar e caçar alimentos, mas, durante o dia, elas se movem ligeiramente para maximizar sua exposição à energia solar.

Elas absorvem a luz do sol para fazer energia através da fotossíntese e à noite voltam sua atenção para metabolizar a energia e usá-la para crescer.

Talvez você deva dizer “boa noite” ao seu jardim quando apagar as luzes para dormir!

Se você quiser saber mais sobre as plantas, pode ler esse outro post aqui que a gente já escreveu: As plantas respiram?

Foto meramente ilustrativa de Kevin Lubin / via Flickr 2.0

Foto meramente ilustrativa de Kevin Lubin / via Flickr 2.0

Também tem uma pergunta?

Deixei aqui nos comentários que a gente responde para você! 😉

Via.