Insetos e aranhas são criaturas fascinantes, não é mesmo? E o Brasil possui a maior variedade do mundo destes pequenos seres. 

Porém, ao contrário de outros países, não temos muitas referências para identificar esta variedade que existe em nossa própria casa.

Mas existe um site, chamado Insetologia (é bom saber que este é um nome fantasia. A ciência que estuda os insetos é a entomologia), onde é possível aprender muito sobre os insetos, aracnídeos (aranhas, carrapatos, escorpiões etc) e outras pequenas, frágeis e mal compreendidas criaturas que nos rodeiam.

Se você se interessa pelo assunto, saiba que também é possível contribuir, enviando imagens ou até mesmo ajudando na identificação das espécies.

Na seção Identifique você mesmo, você aprende, por exemplo, que uma das formas mais fáceis de identificar uma aranha é pelos seus olhos. Isso mesmo! Quer experimentar? Então peça a ajuda de um adulto para coletar uma aranha em um vidro.

Tire uma foto dos olhos dela com o seu celular e compare com este quadro:

Quadro desenvolvido pelo professor Cesar Crash, do site www.insetologia.com.br

Quadro desenvolvido pelo professor Cesar Crash, do site www.insetologia.com.br

Não é fascinante?! O site contém também uma pequena coletânea com vídeos interessantes e educativos sobre insetos e outros artrópodes.

Este aqui, por exemplo, fala da relação entre os homens e os insetos.

Você sabia, por exemplo, que o piolho-humano é um inseto que vive exclusivamente no corpo humano?

Ficou curioso? Então entre lá e aprenda tudo sobre os insetos!

Mas, atenção! Siga as digas do site e NUNCA mate um inseto para estudá-lo. Se encontrar algum exemplar interessante já sem vida, você pode enviá-lo para estudos. Lá na página, você encontra as informações necessárias para enviá-lo de forma correta.

Quer saber mais? Acompanhe a página do Insetologia no Facebook.