O símbolo de igual = que utilizamos para revelar um resultado foi criado há 460 anos, por um galês do século 16. Aos 14 anos, ele já estudava na Universidade de Oxford e, aos 21, ensinava matemática enquanto estudava medicina. Seu nome era Robert Recorde.

Robert escreveu vários livros sobre astronomia, geometria e aritmética. Ele escrevia para o público mais comum e seu último livro, A Pedra de Afiar, publicado em 1557, um ano antes de sua morte, deu ao mundo o símbolo de igual.

Ele se aborrecia quando precisava escrever por extenso que um lado da equação era igual ao outro. Decidiu usar um símbolo: um par de paralelas.

O motivo? “Não há outras coisas no mundo que possam ser mais iguais.”

Obra de Robert Recorde (1557). Imagem do Tenby Museum and Art Gallery

Obra de Robert Recorde (1557). Imagem do Tenby Museum and Art Gallery

 

Via.